Posts tagged ‘Blues’

Dinastia blueseira

Lurrie Bell é filho do lendário gaitista, Carey Bell. Ao contrário do pai, escolheu a guitarra para expressar as suas interpretações da música das blue notes.

Lurrie um guitarrista à moda antiga; não usa efeitos, optando por timbres e linhas mais tradicionais.

Poderíamos dizer, tomando emprestada a frase de Chuck Berry e o perdão do quase inevitável trocadilho, que “he play a guitar just like ringing a bell”.

Nos links abaixo, uma performance de Lurrie interpretando “Shake, Rattle and Roll” e uma maravilhosa cena caseira onde pai e filho executam “When I get drunk”

Nada Enferrujados

O casal Wright forma o núcleo central da Rusty Wright Band.

Os duetos formados por Rusty e Laurie são bem entrosados e explorados com bom gosto nas canções.

Rusty é um guitarrista com um bom repertório, segundo o próprio, influenciado pelo blues texano de SRV e Freddy King.

A seguir duas belas performances da banda, cada uma com um deles nos vocais.

Green também é blue

Um disco maravilhoso de 1969. Além de trazer um dos ícones da boa black music em grande forma, o album tem duas surpresas:

As faixas “Get Back” e “I Wanna Hold your Hand”, especialmente esta, são daquelas poucas bem sucedidas versões que conseguem recriar um clássico e fazer um belo trabalho. E olha que o cara “buliu” com os Beatles!

House of Blues

Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.

Gostar ou não do ator. Gostar ou não da série, não tem importância nenhuma.

Seja livre de pré-conceitos e ouça o músico Hugh Laurie.

Mesmo sem simpatizar com o ator ou com o personagem da série (o que convenhamos não é difícil), não há como negar que ele faz um trabalho de muito bom gosto e apuro musical quando se trata de tocar o blues.

Surpreendente, agradável e autêntico.

A volta dos Urublues

Um projeto idealizado e concretizado pelo pesquisador Paulo Almeida está resgatando a história da cena roqueira de Jaraguá do Sul, cidade do norte catarinense que foi o ninho dos Urublues.

O projeto prevê a gravação de um documentário e a edição de um livro com a visão de quem protagonizou o movimento nos anos 80 e 90.

Esse foi o álibi que precisavam os integrantes da formação original para mais um (breve?) voo.

No link abaixo uma entrevista com o trio que formou a banda que contaria ainda com a qualidade musical do multi-instrumentista André Pereira e do endiabrado vocalista Blênio Canino.

Essa turma deve se reunir em 15 de novembro para uma aparição no show de encerramento do projeto.

Vintage

Tem gente nova fazendo música velha (ainda bem). A dica recomendada por ll’McGui é o som da Vintage Trouble.
Os caras já abriram pros Stones e The Who e estão na estrada com um som de raiz. Vale conferir no link abaixo.

http://vintagetrouble.com/bio.html

Mick Jagger e os clássicos

Jagger reuniu um time de primeira os batizou como “the Devils”, escolheu um repertório de clássicos e vejam no que deu.
Quando o cara tem a manha, o resultado é sempre bom.